Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

Seg | 31.12.18

Adeus 2018... Bring it on 2019!

Sandra Sequeira

2000.jpg

 

E chegámos ao último dia do ano de 2018. 

 

Embora eu esteja mais virada para começar logo 2019 e não gastar muito tempo a analisar 2018, achei curioso, quando calculei as minhas cartas para este ano que vai começar e confirmei quais as cartas deste que está a acabar...

 

Falo de Tarot!

 

Espero não chocar ninguém...

 

Ao longo dos séculos, o Tarot tem sido utilizado para adivinhar o futuro e desvendar verdades ocultas. A Igreja deu-lhe má fama, considerando ser "diabólico" ou "maldito", passando este a estar associado às artes mais negras do oculto.

 

Nos últimos trinta anos, o Tarot voltou a crescer em termos de popularidade e tornou-se uma das principais ferramentas de autodescoberta e conhecimento pessoal (que foi para isso mesmo que comecei a utilizá-lo este ano). 

 

Mas o que é mesmo um Tarot?...

 

O Tarot é um baralho de 78 cartas místicas, 22 das quais constituem os Arcanos Maiores e representam indivíduos que personificam uma característica ou um arquétipo  específico. 

 

As 56 cartas dos Arcanos Menores representam acontecimentos, pessoas, comportamentos, ideias e atividades que fazem parte da nossa vida. 

 

Cada carta possui uma imagem, um nome e um número que constituem símbolos poderosos dotados de significados específicos.

 

Não existe nada de "diabólico" num Tarot. São as pessoas que, com a sua energia e intenção, tornam as coisas "diabólicas"! 

 

As cartas de Tarot são meros espelhos das emoções, dos sentimentos, da alma e do ser.

 

São reflexos num lago onde as imagens permanecem iguais, mas vibram com ondulações provocadas por energias naturais, como a do vento.

 

O Tarot acompanha o seu movimento, para que possamos trabalhar com a vida e não contra ela.

 

Ele devolve-nos a nossa imagem, espelhada no momento em que decidimos contemplar o nosso reflexo.

 

As minhas cartas de 2018 foram sem dúvida, muito verdadeiras! 

 

A Imperatriz e O Enforcado.

2018.jpg

 

A carta da Imperatriz revela acção, desenvolvimento, abundância, coragem, criatividade, uma nova vida e harmonia com a Natureza.

 

Já O Enforcado fala em poder místico, apurar a verdade, renúncia ao controlo, transição, reajustamento e ver a vida por um ângulo diferente...

 

Isto são apenas gotinhas no oceano... Muito podia falar sobre estas cartas, mas é a tal coisa... Não estou com vontade de "ocupar" muito este post com a energia de 2018.

 

Teve coisas boas e teve coisas más.

 

Mas também vejo que 2019 vai dar luta!!!

 

O Imperador e A Morte.

2019.jpg

 

O Imperador alerta que é através da estrutura, da organização e do cumprimento de regras que se obtêm melhores resultados.

 

É uma carta de lógica, assertividade e liderança.

 

Os meus planos (não-planos) de ter um ano leve e despreocupado parecem estar em perigo...

 

E vou ter de ter em atenção o equilíbro da minha impetuosidade e teimosia com a minha determinação e disciplina.

 

Not so fun.

 

A Morte revela mudança, novos começos, fins, transformação e abandono de bagagem emocional.

 

Esta carta pode parecer preocupante e assustadora à primeira vista, mas em muitas situações é positiva, se temos algo de negativo a pesar na nossa vida, porque é sinal claro do encerramento de um ciclo e recomeço de outro. 

 

A carta da Morte incita a que nos libertemos do passado e não tenhamos receio de sermos fiéis a nós próprios.

 

Ou pode ser apenas a aceitação do inevitável.

 

We will see.

 

Seja como for, bring it on 2019!!!

 

E começo já com novidades por aqui!  

 

O Habitat passa agora a ter dois posts semanais. Mantem-se o das Segundas-feiras e, durante este ano de 2019, as Sextas-feiras serão dedicadas a algo que eu gosto muito: Cristais.

 

Basicamente vou partilhar todas as semanas um pouco do livro Cristais - O Guia Moderno da Cura dos Cristais de Yulia Van Doren, onde ela nos ensina a usar, limpar e energizar cristais. 

 

Serão, ao todo, 50 cristais que vou partilhar com vocês, durante este ano, para que os conheçam e saibam para o que são especificamente usados.

 

Veremos se entretanto haverão mais novidades, além desta, por cá...

 

Entretanto, por hoje, na viragem do ano, o meu desejo será simples: que fique em 2018 tudo o que não for bom ou verdadeiro! 

 

 

Fontes: The Wisdom Seeker´s Tarot  - Cards and Techniques for Self-Discovery and Positive Change de David Fontana; A Bíblia do Tarot de Sarah Bartlett.

 

Imagens: No Habitat de uma Introvertida

 

10 comentários

Comentar post