Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

Sex | 08.02.19

Cristais: Âmbar

Sandra Sequeira

ÂMBAR.jpg

 

Antes de mais, vamos a confissões...

 

A pedra de que vamos falar hoje, não é tecnicamente um cristal...

 

É, sim, resina fossilizada. 

 

Contudo, não é por isso que é menos "mágica", nem as suas propriedades ficam atrás das outras pedras!

 

Conhecida como a ‘pedra inspiradora’, ela traz o calor, a energia e a vivacidade do sol para a vida de quem a utiliza.

 

Purifica ambientes e neutraliza más energias, sendo essencial para quem quer fazer bons negócios.

 

 

ÂMBAR:

 

REFORÇO DO SISTEMA IMUNITÁRIO + CALMANTE + MAGIA FOLCLÓRICA

 

Cor: Laranja-mel + amarelo

 

Origem: Região do Mar Báltico

 

Chacras: Sacro, Coração, Plexo Solar

 

Limpeza pela água: Ok

 

 

MAGIA DESTE CRISTAL

 

Yulia Van Doren diz-nos que o Âmbar é uma pedra da magia de florestas antigas e de contos de fadas do mundo antigo...

 

Nascida do "sangue" de pinheiros pré-históricos, estas gemas da cor do mel são gotas fossilizadas de resina que foram alisadas e polidas pelas ondas da água salgada ao longo de milhões de anos.

 

É um amigo cristalino valioso para os que têm raízes ancestrais na Europa do Leste, pátria tradicional do Âmbar, se dispenderem tempo com esta brilhante pedra para se ligarem aos mitos e o folclore dos seus ancestrais, e para acordar a magia e a sabedoria indígenas que correm nas profundezas do seu ser.

 

Ao contrário das paisagens nevadas das quais cai, o Âmbar é uma pedra profundamente quente e tem sido valorizada desde os tempos pré-históricos pelas suas capacidades de cura e de alívio das dores. 

 

Em contato com a temperatura da pele, o âmbar libera quantidades minúsculas do ácido succínico no corpo, que funciona como um analgésico e anti-inflamatório natural no corpo, aliviando dores e desconfortos.

 

A autora do livro Cristais - O Guia Moderno da Cura dos Cristais diz que para curar com o Âmbar, devemos experimentar colocar uma destas pedras no nosso chakra do sacro para libertar carmas ancestrais inerentes; no chacra do plexo solar para uma explosão de vitalidade e curas solares; e/ou no chacra do coração para prender o nosso sistema imunitário e coração num gigantesco e caloroso abraço (ainda não tentei, porque não tenho nenhuma pedra destas...).

 

Aliás, esta pedra age também como um super purificador do nosso campo energético e tem a capacidade de alinhar e purificar todos os 7 chacras.

 

Considerada uma pedra da sorte e da vitalidade, o Âmbar funciona como um poderoso amuleto da boa sorte, capaz de desintegrar todas energias negativas e atrair prosperidade, sucesso e coisas boas para a nossa vida.

 

O Âmbar estimula o intelecto, reduz a depressão, alivia o stress, fortalece a nossa confiança, reduz pensamentos negativos e aumenta a vitalidade de todo o corpo.

 

O âmbar é conhecido por conseguir absorver a negatividade de ambientes e pessoas e é capaz de equilibrar os aspectos positivos e negativos, yin e yang, masculino e feminino.

 

Pela sua capacidade de neutralização da energia negativa, ele estimula o corpo se cure por si mesmo.

 

Ele é utilizado tanto para dissolver a rigidez emocional – quando pessoas têm dificuldades em expressar seus sentimentos e costumam ocultá-los – como também ajuda a controlar em pessoas que são excessivamente sensíveis e vulneráveis.

 

Mas atenção às imitações de plástico bastante convincentes; o Âmbar verdadeiro aquece facilmente e liberta um cheiro a pinho quando esfregado, além de que flutua na água salgada, ao contrário das imitações (observa bem, pois o Âmbar muitas vezes tem insetos pré-históricos presos no interior)!

 

Os Gregos chamavam-no de pedra dos "elétrons", já que com uma fricção com um pano se carregava eletroestaticamente e ficava magnetizado.

 

Entre os Árabes, servia como amuleto, a fim de espantar os maus espíritos e proporcionar mais alegria.

 

Os ciganos dizem que olharmos o Âmbar em direção à Lua cheia, veremos o rosto do futuro amor (uns românticos estes nossos amigos ciganos...)!

 

É uma pedra associada aos signos de Leão, Virgem e Capricórnio (me!).

 

Para limpá-lo, lava-o em água corrente com sal marinho por 3 a 5 minutos. Não utilizes muito sal, pois ele pode corroer a superfície do Âmbar e reduzir o seu brilho.

 

Para energizar o Âmbar, deixa-o na luz do Sol no máximo por 3 minutos (pois é sensível ao calor) ou mantem-no próximo a um cristal de Citrino (vamos falar dele numa destas próximas Sextas-feiras) por 1 ou 2 horas.

 

Como usar o Âmbar?

 

Para atrair boa sorte, purificar a tua energia a afastar energias e pessoas negativas, usa uma jóia de Âmbar no teu dia a dia ou carrega-o próximo a ti.

 

Se desejas atrair prosperidade e bons negócios para a tua vida profissional, deixa um Âmbar dentro da gaveta da tua mesa de trabalho.

 

 

Fonte: Livro Cristais - O Guia Moderno da Cura dos Cristais de Yulia Doren / Site Cristais Aquarius / Site We Mystic

Imagem: Pinterest

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.