Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

No Habitat de uma Introvertida

Aqui partilho com o mundo tudo o que me inspira e faz parte da minha vida criativa. E se és introvertido/a é provável que aqui te sintas em casa. "I have no special talents. I am only passionately curious." - Albert Einstein

Seg | 15.10.18

Feeling so far from the shallow now...

Sandra Sequeira

A STAR IS BORN.png

 

A Star is Born... Em Portugal "Nasce uma Estrela", esteve em cartaz na semana passada nos cinemas.

 

Eu gostaria muito de dizer que esta segunda-feira trago uma review do filme... mas nop.

 

Isto de viver numa ilha, nem tudo são rosas...

 

Na minha ilha temos cinema só uma vez por mês e só nos meses de Outono/Inverno (e por votação, imagine-se!)... Portanto, exibição nas semanas de estreia, está fora de questão.

 

Mas nem por isso deixei de andar toda a semana passada completamente obcecada por este filme, ou melhor, pela banda sonora (gratidão por essa plataforma maravilhosa que dá pelo nome de YouTube)!

 

Coitado do "Marinheiro"... Eu quando cismo com uma música... Ui!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

É dia e noite e noite e dia, sempre a mesma "batida", non-stop!

 

Sou aquela pessoa que se vicia numa música e enquanto não a ouve umas mil vezes, não descansa!!!

 

E desta vez a "droga" de eleição foi especialmente a música Shallow interpretada pela Lady Gaga e pelo Bradley Cooper, protagonistas do filme.

 

Em primeiro lugar: Wow Bradley!... Não te bastava ser bonito, excelente Actor e agora também és Realizador (este filme foi a estreia dele como Realizador) e ainda és Compositor Musical e Cantor! Mas CANTAS MESMO!!!... 

 

Em segundo lugar: Eu nunca fui uma little monster, como a Lady Gaga carinhosamente trata os seus fãs... Ok, até admirava a criatividade e o facto de ser arrojada... Muito mérito por ser a intérprete que é... Eventualmente até já posso ter cantarolado alguma música dela no duche... Mas hey!!! Depois de ver o trailler do filme e várias entrevistas que ela deu no âmbito da promoção deste filme... Confesso que estou fascinada pelo lado humano e humilde que ela revelou com este trabalho (e dizem as críticas que a performance dela foi de tal forma excecional que é certa a nomeação para o Oscar de Melhor Actriz)!

 

Mas voltando à música, a letra prendeu-me logo nos primeiros versos interpretados pelo Bradley Cooper:

Tell me something, girl...

Are you happy in this modern world?

Or do you need more?

Is there something else you´re searching for?...

 

Porque basicamente, eu sempre fui e acho que sempre vou ser aquela eterna curiosa, sempre à procura de mais, sem saber bem o quê... mas com sede de descobrir mais de mim, do mundo, do desconhecido!...

 

I am always (silently) searching... always!

 

Não pela Felicidade... A Felicidade para mim não é um Destino; é a VIAGEM!

 

Mas sim pelo Conhecimento e a Compreensão de toda esta complexidade que é estarmos aqui e qual o nosso Papel, a nossa Missão.

 

E essa procura não termina nunca!

 

Porque assim que eu descubro uma resposta, logo o Universo me faz outra pergunta que me faz mergulhar cada vez mais fundo neste eterno enigma que é a Vida.

 

Não menos interessantes são os versos seguintes, interpretados pela Lady Gaga:

Tell me something, boy...

Aren´t you tired trying fill that void?

Or do you need more?

Ain´t it hard keeping it so hardcore?...

 

A Sociedade faz-nos crer que precisamos de tantas coisas que não nos preenchem... Que precisamos fazer tantas coisas que na verdade não nos interessam...

 

E muitas vezes vamos fazendo e vamos adquirindo e a satisfação dura tão pouco...  

 

Existe tão, mas tão mais do que está à vista e nós sabemos disso... Mas muitas vezes andamos às voltas num estado sonâmbulo... a sentir um vazio que muitos de nós tentamos preencher com excessos (drogas, comida, jogo, sexo, Internet... whatever).

 

Ficamos viciados nas distracções, porque muitas vezes lidar com as questões fundamentais é demasiado doloroso...

 

São mecanismos de defesa inconscientes... E mesmo quando estamos Conscientes, levamos às vezes muito tempo para perceber sequer quais são as verdadeiras questões!

 

Porque a preocupação de termos all of our shit together é tanta... A mais tonta ilusão!

 

Porque temos de ser super eficientes, tanto no trabalho como em casa; porque temos de ter uma imagem impecável em todas as ocasiões; porque temos de ser demasiado "bons" para dar segundas oportunidades a alguém que fez asneira; porque seria muita fraqueza da nossa parte pedir desculpa pela "merda" que fazemos; porque sorrir para um desconhecido pode dar a idéia errada; porque chorar diante de alguém faz-nos parecer ridículos...

 

Credo... que canseira!...

 

E porquê?... Pela aparência?... Para tentarmos ser do "tamanho" do nosso ego?...

 

Será assim tão importante essa superficialidade, quando a essência é tão mais fácil e interessante de viver...

 

Talvez não seja tão fácil assim... Mas mais interessante é de certeza!!!

 

Não sei se talvez porque nos últimos anos tenho vindo a "despir" várias camadas de tantas coisas que já não me servem física e espiritualmente e sinto que estou cada vez mais longe do "superficial", esta música mexeu comigo!

 

I´m falling

In all the good times I find myself longing for change

And in the bad times I fear myself...

 

I´m off the deep end

Watch as I dive in

I´ll never meet the ground

 

Crash through the surface

Where they can´t hurt us

We´re far from the shallow now...

 

 

Meninos e meninas que foram ver o filme... Inveja "branca" de vocês!!!

 

Porque "A Star is born" é o meu desejo cinematográfico deste Outono!

 

Quem tenha ido ver, comente o que achou, please!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

Imagem: Google

 

16 comentários

Comentar post